Murray: “Por mim jogaria tênis para sempre, mas não consigo”

0
10
Murray: “Por mim jogaria tênis para sempre, mas não consigo”

Andy Murray foi homenageado na quadra central no que será seu último torneio de Wimbledon, e no final do jogo anunciou que a aposentadoria não é um momento feliz para ele. O britânico gostaria de continuar jogando… para sempre!

“É difícil. Eu adoraria continuar jogando. Por mim jogaria para sempre. Mas não consigo fisicamente. É muito difícil. Todas as lesões se acumularam. Elas não foram insignificantes. Amo o tênis, é um esporte que me deu muito. Ensinou-me muitas lições que posso usar pelo resto da minha vida. Eu não quero parar. Por isso é difícil”, afirmou.

Leia também:

Luisa Stefani lamenta eliminação nas duplas em Wimbledon: “Não fizemos o básico”
– Bia Haddad conta com desistência em apenas 20 minutos e segue para a terceira rodada em Wimbledon
Thiago Wild destaca a falta de consistência na eliminação em Wimbledon: “Não consegui manter o nível”