Número 1 do mundo, Iga Swiatek cai na 3ª rodada de Wimbledon

0
3

A tenista polonesa Iga Swiatek, número 1 do mundo, foi eliminada neste sábado do torneio de Wimbledon, na terceira rodada, ao ser derrotada pela cazaque Yulia Putintseva (35ª).

Putintseva fechou o jogo em 2 sets a 1, com parciais de 3-6, 6-1 e 6-2, em uma hora e 59 minutos.

Dominante no saibro, superfície na qual foi campeã este ano em Roland Garros e nos WTA 1000 de Madri e Roma, Swiatek continua com dificuldades na grama.

A derrota na terceira rodada de Wimbledon coloca fim a uma sequência de 21 vitórias consecutivas no circuito para a polonesa.

Putintseva tampouco é uma especialista na grama. Até este ano, ela nunca tinha passado da segunda rodada em nove participações no All England Club.

Nas oitavas de final, a tenista cazaque vai enfrentar a letã Jelena Ostapenko, número 14 do mundo e campeã de Roland Garros em 2017.

Swiatek, de 23 anos, tem cinco títulos de Grand Slam na carreira, quatro em Roland Garros (2020, 2022, 2023 e 2024), no saibro, e um do US Open (2022), em quadra dura.

No entanto, Wimbledon é o seu tendão de Aquiles nos torneios de Major. Em suas quatro participações anteriores, tem as quartas de final do ano passado como melhor resultado.

Em janeiro, Swiatek já tinha caído na terceira rodada no primeiro Grand Slam da temporada, o Aberto da Austrália.

Putintseva está agora a um passo de igualar seu melhor resultado em um Grand Slam, as quartas de final, fase que alcançou duas vezes em Roland Garros (2016 e 2018) e uma no US Open (2020).

“Não sei como fiz isso. Mantive a concentração para tentar jogar o mais rápido possível e não dar tempo a ela para pensar”, explicou a cazaque de 29 anos em entrevista após a partida.

“Durante o jogo repetia para mim mesma que já tinha sido capaz de vencer a número 1 do mundo na grama”, acrescentou Putintseva, lembrando da vitória sobre Naomi Osaka no WTA 250 de Birmingham em 2019, quando a japonesa liderava o ranking feminino.

A derrota de Swiatek veio instantes depois da eliminação de outra jogadora do Top 10, a tunisiana Ons Jabeur (10ª), vice-campeã das duas últimas edições de Wimbledon.

Jabeur foi derrotada pela ucraniana Elina Svitolina (21ª) com parciais de 6-1 e 7-6 (7/4).